Blog

Fique por dentro

S.O.S Agência Selo Belta

S.O.S Agência Selo Belta

Problemas antes, durante ou depois do intercâmbio? Sem problemas: as agências selo BELTA estão sempre ao seu lado com o auxílio necessário!

Tirar um intercâmbio do papel é a realização de um sonho. Só que, às vezes, percalços de diferentes escalas durante o caminho podem transformar tudo em um grande pesadelo. Mas não tema: as agências selo Belta estarão sempre alerta para te auxiliar com problemas!

O clima, as dificuldades, adaptação a uma nova cultura e residência, a distância e a saudade dos familiares são alguns dos problemas mais comuns enfrentados pelos alunos, de acordo com Cecília Silva, gerente operacional da agência selo Belta BOS. “Esse tipo de realidade vem junto com o programa de intercâmbio, mas no final do processo, isso agrega muito ao aluno, principalmente na adaptação a diferentes situações – o famoso ‘jogo de cintura’”.

Se questões de ordem pessoal valem o esforço do estudante para se adaptar a uma nova realidade (dica: nunca desista de tentar viver como um nativo em sua casa no exterior!), outras, muitas vezes, precisam de uma certa mãozinha das agências selo Belta. De problemas com o curso ou escola a dificuldades com a acomodação, “o consultor torna-se a referência do aluno durante toda a viagem”, aponta Mariana Cardoso, diretora da agência selo Belta Trust Intercâmbio, acrescentando que a agência “atua diretamente na intermediação com a escola, auxiliando de imediato em qualquer situação de urgência”.

Por “qualquer situação de urgência”, é bom pensar desde os casos mais triviais, como o auxílio na troca do aluno para outro nível no curso de idiomas, até os casos mais complexos, como problemas de saúde, infrações das leis locais ou a morte de familiares no Brasil – coisas que, esperamos, nunca afetem nossos leitores durante o intercâmbio. “Em casos extremos, auxiliamos o cliente na alteração de passagens aéreas, contatos e pedidos de reembolso com o seguro-saúde”, diz Ana Beatriz Faulhaber, diretora executiva da agência selo Belta CP4, sobre o papel dos nossos associados em momentos de extrema dificuldade.

Entenda, na prática, como as agências selo Belta se fazem presentes durante o intercâmbio!

Quem? Leandro Souza, 28 anos
Quando? Entre agosto e novembro de 2017
Onde? Cidade do Cabo, África do Sul
O quê? No meio do curso de inglês, o professor foi afastado e não houve sinergia com o novo
Solução: “Após um rápido meeting com a instituição de ensino e ficarmos a par dos motivos do afastamento do professor, conseguimos reverter o processo e finalizar o curso do Leandro com o mesmo professor”, explica Cecília Silva, da BOS.

Quem? Karolina Rocha, 26 anos
Quando? Entre fevereiro de 2016 e fevereiro de 2017
Onde? Dublin, Irlanda
O quê? Mudanças na legislação irlandesa e outras dificuldades impossibilitaram saques financeiros e, consequentemente, a renovação do período de acomodação
Solução: “Ciente de toda a situação, providenciamos uma carta de crédito junto à escola garantindo que, caso a aluna não honrasse com o compromisso de pagamento, a agência arcaria com os custos”, esclarece Mariana Cardoso, da Trust Intercâmbio

“A princípio, fiquei com medo de ter que voltar para o Brasil e interromper meu sonho, mas por intermédio da agência, tudo foi resolvido da melhor forma. O intercâmbio é isso, nunca ninguém vai ter uma história igual a sua – todas elas servem para nos fazer crescer e fortalecer. O que fica de negativo… levamos de aprendizado também!” – Karolina Rocha

Quem? Maria Facundes*, 19 anos (*nome fictício)
Quando?  —
Onde? Espanha
O quê? Estudante sofreu acidente de carro; ferimentos graves e fratura na bacia
Solução: “Acompanhamos todo o processo de hospitalização e de exames, e oferecemos todo o suporte à estudante na Espanha e aos familiares no Brasil. Assistimos o transporte de volta e todos os trâmites com o seguro-saúde”, conta Ana Beatriz Faulhaber, da CP4.

As agências selo BELTA não estão preocupadas apenas em auxiliar os estudantes, mas também em ajudar o nosso planeta. A Best Intercâmbios, por exemplo, é a primeira agência do Brasil a compensar as emissões de poluentes dos intercambistas. Como? Os alunos que adquirem um pacote de intercâmbio colaboram diretamente com o projeto Forest Friends com “créditos de floresta”, cujo valor é revertido para a preservação da Floresta Amazônica!

 

Artigos relacionados

10 atrações nas Terras Altas da Escócia

A renomada revista Lonely Planet listou as Highlands da Escócia como uma das melhores regiões do...

Continue lendo

LAL Schools – Torbay UK

Já pensou em estudar na Inglaterra mas está assustado com a libra? Que tal uma cidade Inglesa...

Continue lendo

Alunos da Kings Education conhecem a área de Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM) da Universidade de Birmingham

Estudantes da Kings Oxford recentemente aproveitaram uma viagem ao dia livre da Ciências,...

Continue lendo

Junte-se à discussão

Eu Fui!

Veja abaixo a opinião de quem já viajou com as associadas Belta.

X