Blog

Fique por dentro

Os destinos já estão recebendo brasileiros para estudar no exterior?

Os destinos já estão recebendo brasileiros para estudar no exterior?

Confira abaixo os principais destinos para a realização de sua viagem no exterior e como está sua atual situação em relação ao recebimento de estudantes brasileiros devido a pandemia do COVID-19.

Atualização dos países sobre o recebimento de brasileiros para intercâmbio (atualizado 21.09.2021)

África do Sul

Necessário apresentar a prova de um teste de PCR negativo para o COVID-19, efetuado nas 72 horas anteriores à sua chegada. Caso não apresente, será obrigatório uma quarentena de 14 dias. Obrigatório baixar o aplicativo COVID Alert South Africa e preencher o questionário de saúde de viagem antes da partida.

Alemanha

 A partir de 19 de setembro não há mais quarentena obrigatória e está permitida a entrada de brasileiros completamente imunizados com as vacinas reconhecidas, ou se recuperaram da COVID ou que dispõe de um teste negativo que comprove não estarem infectados.

Argentina

A partir de 01/Out a 01/Nov haverá um corredor seguro para entrada dos países vizinhos, para quem tiver a vacinação completa incluindo coronavac, apresentar teste de PCR negativo para embarcar com pelo menos 72 horas, e realizar outra teste de 5 a 7 dias depois da chegada na Argentina. Para os não vacinados além do teste deverão fazer quarentena de 7 dias e depois fazer novo teste.

Austrália

Sem previsão de abertura.

Canadá

A partir de 7 de setembro está permitida a entrada de pessoas totalmente vacinadas com imunizantes aprovados pelo país: Pfizer-BioNTech, Moderna, AstraZeneca/COVISHIELD e Jansen, com a última dose tomada com pelo menos 14 dias da data da viagem. É obrigatório usar o ArriveCAN antes de fazer o check-in no aeroporto para enviar suas informações de vacinação. Os detalhes dos demais requisitos : CLIQUE AQUI.

Chile

As fronteiras estarão abertas a partir de 01/10/21 para brasileiros totalmente vacinados, com apresentação de teste negativo de PCR, seguro médico de US$ 30 mil e quarentena de 7 dias em local escolhido pelo visitante.

Emirados Árabes Unidos

Necessário ter atestado negativo de teste de PCR, que deve ter sido realizado até no máximo 96 horas antes do horário de partida. Passageiros que chegaram em Dubai a partir do Brasil deverão fazer outro teste de PCR na chegada no aeroporto internacional de Dubai.

Escócia

Permitida a entrada com visto de estudante, necessário preencher um formulário, realizar um teste de COVID-19 e ter o pacote de quarentena obrigatório que inclui 2 testes de COVID-19 e quarentena de 10 dias em um hotel aprovado por eles.

Espanha

A partir de 24 de agosto a Espanha liberou a entrada de pessoas procedentes do Brasil com protocolo de vacinação completo, sendo que a Coronavac está incluída nas vacinas aceitas. No link anexo estão os detalhes. O Consulado da Espanha em São Paulo está fazendo os tramites para visto de estudante. 

Estados Unidos

A partir de início de novembro brasileiros com vacinação completa válida poderão entrar sem quarentena, fazendo o PCR.

Brasileiros que tiverem visto de estudante válido (categorias F e M)
e iniciarão os estudos nos EUA a partir ou depois de 1º de agosto de 2021 poderão viajar ao país sem consultar a Embaixada ou os Consulados no Brasil, entretanto, estão proibidos de chegar ao país mais de 30 dias antes do início das aulas.

Aqueles que necessitam de um visto de estudante devem consultar o site da Embaixada ou dos Consulados mais próximos. As entrevistas de visto para as categorias dessa exceção devem ser retomadas em meados de maio de 2021 se as condições permitirem.

França

Permitida a entrada de brasileiros completamente vacinados, com vacinas aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA), com apresentação de comprovação da vacinação da Pfizer, Janssen e AstraZeneca.Os viajantes não vacinados deverão apresentar às autoridades de fiscalização um documento que comprove o motivo imperioso de sua viagem, bem como um teste PCR, ou de antígeno, com resultado negativo, e realizado menos de 48 horas antes do embarque. Além disso, os viajantes não vacinados deverão fazer obrigatoriamente uma quarentena (de acordo com as especificações decretadas pelo governo regional) logo após seu ingresso no território continental francês. Essa medida durará 10 dias e será acompanhada de restrições horárias para a saída do local de isolamento (exceto em caso de trânsito em zona internacional).

Holanda

Obrigatório apresentar teste PCR negativo que deve ter sido realizado até no máximo 72 horas antes do embarque e preencher declaração de saúde. Obrigatório realizar quarentena de 10 dias no país, podendo realizar um teste no 5º dia para liberação adiantada da quarentena caso dê negativo.

Inglaterra

Permitido a entrada desde que passem pelo menos os 10 dias anteriores em um dos países do corredor seguro antes de chegar ao Reino Unido. Necessário apresentar a prova de um teste de PCR negativo para o COVID-19, efetuado nas 72 horas anteriores à sua partida, preencher um formulário de localização de passageiro e ter o pacote de quarentena obrigatório que inclui 2 testes de COVID-19 e quarentena de 10 dias em um hotel aprovado por eles.

Irlanda

Permitida a entrada de brasileiros para estudo de HE, sendo necessário apresentar a prova de um teste de PCR negativo para o COVID-19, e realizar quarentena obrigatória em hotel por 14 dias.

A partir de 01/11/2021 está permitida a entrada de estudantes de cursos de idiomas, completamente vacinados com as vacinas reconhecidas pela Comunidade Européia (não inclui Coronavac). Quem não estiver vacinado ou vacinado com Coronavac terá que fazer quarentena de duas semanas em hotel. Todos deverão apresentar o teste negativo de PCR.

Itália

Permitido a entrada desde que passem pelo menos os 14 dias anteriores em um dos países do corredor seguro. Se viajar para propósito de estudos poderá entrar sem passar por um dos países do corredor seguro.


Necessário apresentar a prova de um teste de PCR negativo realizado nas 72 horas anteriores à entrada na Itália, preencher formulário dpLF obrigatório antes do embarque, autodeclaração em papel para apresentar a imigração, teste de PCR negativo na chegada no aeroporto independentemente do resultado do exame, obrigatoriedade de quarentena a pelo período de 10 dias e realizar um novo teste PCR ao final do 10º dia.

Malta

Escolas de idiomas estão fechadas a partir de 12/07. Malta exige a apresentação de certificado de vacina da COVID-19 reconhecido para os viajantes terem permissão de entrada a partir de 14/07. 

Nova Zelândia

Proibido a entrada até fevereiro 2022.

Portugal

A partir de 01/09/2021 está permitida entrada de brasileiros com a apresentação de prova de um teste de PCR negativo para o COVID-19, efetuado nas 72 horas anteriores à sua partida, ou o teste rápido de antígeno com 48 horas anteriores à partida, sem necessidade de fazer quarentena.

Suíça

A partir de 26 de junho, brasileiros totalmente vacinados, 1ª e 2ª doses (ou dose única), atualmente com BioNTech, Moderna, Pfizer, Janssen, AstraZeneca, Sinovac, Sinopharm e Serum Institute of India, poderão entrar na Suíça isentos de quarentena e/ou teste PCR. As vacinas terão validade de 12 meses.

Toda semana atualizaremos a tabela para você se manter informado. Se tiver informações sobre algum dos países, envie para nós (info@belta.org.br)!

Artigos relacionados

A Toronto School of Management (TSoM) anunciou o lançamento de seu novo programa Inglês para Fins Acadêmicos (EAP), que prepara os alunos internacionais para estudar no Canadá.

O TSoM EAP é um programa intensivo de percurso acadêmico que integra habilidades de leitura,...

Continue lendo

Novo campus GISMA : Berlin-Potsdam

Por que o recém-inaugurado campus Berlin-Potsdam da GISMA é o lugar dos sonhos de todo estudante?

Continue lendo

Ingresse no Merrick Preparatory School ainda em Setembro/2021!

A MPS está SUPER animada em receber novos alunos em seu lindo campus neste mês de setembro de...

Continue lendo

Junte-se à discussão

Eu Fui!

Veja abaixo a opinião de quem já viajou com as associadas Belta.

X