Blog

Fique por dentro

Férias ou estudos? O intercâmbio une os dois!

Férias ou estudos? O intercâmbio une os dois!

Intercâmbio não é sinônimo de cadernos e livros; em um período curto, dá pra viajar, estudar e curtir disciplinas que vão muito além das salas de aula.

Tempo e dinheiro. Esses são dois dos principais elementos que tendem a emperrar os planos de realizar um intercâmbio no exterior. Como você lê na matéria da página 44 da revista ei!, há várias maneiras (e dicas!) para você poupar com o objetivo de tirar do papel sua viagem de estudos. Mas não é todo mundo que consegue tirar um ano sabático para morar fora do Brasil, né?

Profissionais e estudantes demandam cursos rápidos para encaixál-los durante o período de férias – aquele momento do ano em que, geralmente, usamos para relaxar. Contudo, um intercâmbio pode unir a rotina de estudo com programas que vão muito além da sala de aula. Em outras palavras, um combo que une uma língua nova, turismo e novos conhecimentos. “Há uma infidade de cursos que atrelam o estudo de idiomas om uma área específica”, explica Renata Said, diretora da Agência Selo Belta Embarque Educacional. Para ela, pessoas que dispõem apenas do período de férias “buscam esse intervalo para aprimorar seus conhecimentos e, claro, conhecer novas pessoas, fazer turismo e fugir da rotina”.

Quem gostou da ideia e a colocou em prática foi o gastrônomo e chef de cozinha Manoel Bezelga. Em 2012, ele saiu de Teresina, no Piauí, e embarcou para Montpellier, no sul da França, com um objetivo bem claro. “Sempre fui apaixonado pela língua francesa, e a França também é o berço da gastronomia, área na qual havia acabado de me formar”, ele relembra. “Do francês, só conhecia os termos técnicos, dos livros, e foi aí que decidi fazer um ‘dois em um’: estudar a língua que tanto amo e praticar a cozinha francesa em sua essência”.

Durante o intercâmbio, Manoel aproveitou o melhor de todos os mundos. Pela manhã, desenvolvia os conhecimentos na língua francesa, a qual colocava em prática a partir de passeios organizados pela escola a locais do cotidiano – como farmácias e centro de compras – mas também a cidades e pontos turísticos nas redondezas. À tarde, diariamente, participava de degustações e harmonizações de comidas e vinhos com o autêntico pedigree local.

“Foi nesse período que conheci pessoas de várias nacionalidades”, conta Manoel sobre um dos grandes benefícios da viagem de estudos no exterior. Os novos contatos acabaram virando amigos com quem, em território francês, compartilhou momentos bem apetitosos. “Entre os novos amigos, estava um japonês com quem, no dia a dia, eu fazia sushis diferentes. Dessa forma, conheci a cozinha japonesa original em sua essência.”

Além da gastronomia, há uma série de outros campos que podem ser explorados durante um curso de idiomas no exterior. Alguns deles podem ter relação direta com o universo acadêmico e com o mercado de trabalho. Outros podem ser interpretados como uma forma bem especial de aproveitar as férias. Já pensou, por exemplo, em melhorar o seu inglês na Austrália enquanto aprende a surfar nas praias paradísiacas do país? Ou mergulhar nas águas claras da Espanha à medida que desenvolve o espanhol? Isso é possível com o intercâmbio certo!

“Há cursos para todos os gostos e bolsos”, pontua Renata, que faz questão de ressaltar: “dizer que não tem tempo também não é mais desculpa!”.

Além de uma infinidade de novas experiências e conhecimentos, um intercâmbio linguístico feito em conjunto com um outro curso pode ser o primeiro passo para explorar oportunidades inéditas. “Na França, comecei a cozinha com um chef de renome”, conta Manoel sobre um dos acontecimentos ocorridos durante sua estadia no exterior. “Desde que voltei, minha vida tomou novos rumos e dimensões, minhas experiências foram reconhecidas”.

O chef do Piauí não exagera com sua declaração. “Hoje, sou referência na gastronomia no meu estado, e, em 2017, ganhei um prêmio que me confere o título de Embaixador da Gastronomia Piauiense”, aponta Manoel, sem esquecer o momento que iniciou uma série de reviravoltas positivas em sua vida. “São os frutos das minhas conquistas no intercâmbio –  a experiência na França sempre é destacada. Todos deveriam se permitir essa viagem fantástica!”.

 

No intercâmbio, dá pra aprender um idioma novo enquanto….

… tem aulas de surfe na Austrália;

… aprende a esquiar na Argentina;

… mergulha nas águas límpidas da Espanha;

… degusta o melhor da gastronomia na França;

… faz um curso de design de joias, na Itália.

 

Artigos relacionados

10 atrações nas Terras Altas da Escócia

A renomada revista Lonely Planet listou as Highlands da Escócia como uma das melhores regiões do...

Continue lendo

LAL Schools – Torbay UK

Já pensou em estudar na Inglaterra mas está assustado com a libra? Que tal uma cidade Inglesa...

Continue lendo

Alunos da Kings Education conhecem a área de Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM) da Universidade de Birmingham

Estudantes da Kings Oxford recentemente aproveitaram uma viagem ao dia livre da Ciências,...

Continue lendo

Junte-se à discussão

Eu Fui!

Veja abaixo a opinião de quem já viajou com as associadas Belta.

X