Blog

Fique por dentro

ESTADOS UNIDOS: A TERRA DA EDUCAÇÃO

ESTADOS UNIDOS: A TERRA DA EDUCAÇÃO

Estudar nos Estados Unidos é uma realidade para milhares de estudantes que anualmente realizam programas educacionais de excelência em universidades americanas. O país é o destino preferido dos Brasileiros, que estudam em programas universitários, e oferece o maior número de instituições educacionais e programas de todo o mundo! Ao todo, são mais de 4.700 instituições de ensino superior e, atualmente, de acordo com dados do relatório Open Doors de 2017, há 13.089 alunos brasileiros em programas de graduação e pós-graduação, fazendo do Brasil o 10º maior emissor de alunos para os EUA.

E por que será que tanta gente quer estudar nos Estados Unidos? Não é difícil descobrir as razões que levam estudantes de todo o mundo para lá – e estamos falando de mais de um milhão (isso mesmo, UM MILHÃO!) de pessoas que estudam atualmente no país. Os EUA oferecem uma grande diversidade de programas educacionais e também de nacionalidades representadas – muitas instituições recebem alunos de mais de 100 nações diferentes. Além disso, os EUA são campeões de centros de ensino superior reconhecidos pela excelência acadêmica. Não por acaso, o país conta com a maior quantidade de universidades listadas entre as 200 melhores do mundo em todos os rankings internacionais.

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE OS EUA
Nome oficial: Estados Unidos da América
Capital: Washington, D.C.
Tamanho: 9,833 milhões km2 (quarto maior país do mundo)
População: 326 milhões de habitantes
Moeda: dólar americano (US$ 100 = R$ 325)
Maiores cidades: Nova York (8,5 mi); Los Angeles (3,9 mi); Chicago (2,7 mi)

ESTUDAR NOS EUA: COMO FAZER?

Estudar nos EUA é mais fácil do que você imagina! Devido à grande diversidade de universidades e programas, é certo que todo aluno interessado em estudar no país encontrará uma opção que se encaixa perfeitamente nos seus objetivos e também no seu bolso.

Para te ajudar nesse processo, duas coisas são bem importantes: planejamento e determinação. A forma de ingresso nas instituições americanas é diferente da brasileira. Nos Estados Unidos, cada instituição define quais documentos os estudantes devem enviar. Quanto mais competitiva a instituição, mais documentação você vai precisar apresentar para ter uma chance maior de aprovação.

Para te ajudar a chegar lá, o EducationUSA, fonte oficial de informações sobre estudos nos EUA, criou os 5 passos para estudar nos EUA.

PASSO 1: DEFINA SEUS INTERESSES E OBJETIVOS

Comece traçando suas prioridades e procurando por instituições que possam atendê-las. Algumas perguntas que podem ajudar neste momento são: Por que você quer estudar nos EUA? Que habilidade você gostaria de desenvolver? Que programas atendem melhor aos seus objetivos (inglês, graduação, pós, etc.)?

PASSO 2: COMO CUSTEAR

Este é o momento de fazer uma avaliação do valor que você e seus familiares poderão investir na realização do curso. Dica: busque formas para complementar os custos de seus estudos – seja por meio das próprias instituições de ensino ou por meio de fundações e  associações  financiadoras.  Atenção: os  processos  e  prazos  de  seleção  para programas de bolsas podem ser diferentes dos prazos de admissão das instituições. Fique atento!

PASSO 3 – PREPARE SEU APPLICATION

O application é o conjunto dos documentos necessários para submeter sua candidatura a um programa de estudo. No caso dos programas de inglês, por exemplo, o application tende a ser bem simples, solicitando apenas informações pessoais e a escolha do programa, além de informações financeiras. Já para programas de graduação e pós-graduação, o processo seletivo pode ser bem competitivo, dependendo da instituição escolhida.

 

Itens que normalmente fazem parte do application:

–     Formulários;

–     Testes Padronizados (TOEFL/IELTS, SAT/ACT para Graduação e GRE/GMAT para pós);

–     Históricos Escolares;

–     Redações;

–     Cartas de Recomendação;

–     Currículo e Atividades Extracurriculares.

 

PASSO 4 – SOLICITE SEU VISTO

Após ser aceito no programa de seu interesse, você receberá orientações para a obtenção do visto adequado para a sua viagem. Para mais informações, entre em contato com o Consulado dos EUA mais próximo de você.

PASSO 5 – ORGANIZE SUA IDA PARA OS EUA

Este é o momento de se preparar para a experiência mais incrível de sua vida! Organize-se com antecedência, certifique-se de que todos os procedimentos necessários foram realizados e busque conhecer o máximo possível o ambiente acadêmico dessa nova experiência e também sobre os EUA. O EducationUSA oferece orientações gratuitas antes do seu embarque para ajudar nessa etapa. Boa viagem!

 

INGLÊS E PROGRAMAS DE VERÃO

Os programas de Inglês e programas de verão são muito populares nos EUA por oferecerem grande flexibilidade e a opção de aperfeiçoamento linguístico aliado à experiência internacional. Tudo isso num espaço de tempo tão pequeno quanto 2 semanas, por exemplo.

Em todo o país, são mais de 400 cursos de inglês para alunos internacionais, também conhecidos como IEP (Intensive English Programs) ou ESL (English as a Second Language). As instituições oferecem muitas opções de programas, desde o inglês acadêmico para universitários, até cursos de inglês para áreas específicas (English for Special Purposes), frequentemente associadas às áreas de Medicina, Negócios ou Direito.

Além dos cursos de inglês, cada vez mais alunos brasileiros estão escolhendo participar de Programas de Verão (ou Summer Programs) em universidades americanas. Essas opções são oferecidas durante os meses de junho e julho, mas algumas universidades também oferecem o programa no período de inverno do hemisfério norte (no mês de Janeiro).

Os Programas de Verão são uma opção para quem já possui um bom nível de inglês e quer aproveitar  as  férias  escolares  para  aperfeiçoar  o  idioma enquanto  realiza  diferentes atividades. Há cursos paralelos para todos os gostos, muitos oferecidos por algumas das melhores universidades dos EUA: artes, ciências, esportes, aviação, liderança e muito mais.

EducationUSA Academy

O EducationUSA Academy é um programa diferenciado do governo americano que admite alunos de ensino médio (high school) de 15 a 18 anos em cursos, visando oferecer ao aluno uma perspectiva do ensino superior nos Estados Unidos e vida no campus, com aulas de inglês, redação e especializações. Os alunos participantes tornam-se alumni (ex-alunos) de um programa do governo americano, o que permite que façam parte de uma rede mundial de ex-alunos.

É importante levar em conta que os custos variam bastante conforme a localização e o tipo de instituição que oferece o curso. Além disso, várias escolas exigem comprovação de renda, que poderá ser feita através de uma carta do seu banco, certificando que o seu saldo médio comporta os custos indicados pela instituição. Mas fique ligado: por outro lado, algumas instituições podem oferecer bolsas parciais ou integrais para esses programas.

Confira a lista dos cursos oferecidos pela EducationUSA Academy:

 

INSTITUIÇÃO LOCALIZAÇÃO PERÍODO

(2018)

TEMÁTICA DO

PROGRAMA

DIABLO VALLEY COLLEGE CALIFÓRNIA JAN 29 – FEV 24

JUL 16 – AGO 11

CULTURA DA CALIFÓRNIA,

LIDERANÇA E HABILIDADES DE APRESENTAÇÃO;

EMBRY-RIDDLE AERONAUTICAL

UNIVERSITY

FLÓRIDA JUN 10 – JUN 30 AVIAÇÃO, STEM (CIÊNCIAS,

TECNOLOGIA, ENGENHARIA E

MATEMÁTICA) E

ADMINISTRAÇÃO;

JOHNS HOPKINS UNIVERSITY MARYLAND JUL 9 – AUG 3 INGLÊS AVANÇADO/ESCRITA

DE REDAÇÕES E SAÚDE

PÚBLICA;

MONTANA STATE UNIVERSITY MONTANA JUL 15 – JUL 30 STEM (CIÊNCIAS,

TECNOLOGIA, ENGENHARIA E MATEMÁTICA) NO ECOSSISTEMA DE YELLOWSTONE;

NORTHWESTERN UNIVERSITY ILLINOIS JUL 9 – JUL 27 CULTURA E ARTES NOS EUA;
SYRACUSE UNIVERSITY NOVA YORK JUN 30 – JUL 28 ARTE E DESIGN, CIÊNCIA DA

COMPUTAÇÃO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, ENGENHARIA;

TEMPLE UNIVERSITY PENSILVÂNIA JUL 8 – JUL 28 HISTÓRIA AMERICANA,

CULTURA E ARTES NOS EUA E COMUNICAÇÃO INTERCULTURAL;

UNIVERSITY OF ALABAMA IN

HUNTSVILLE

ALABAMA JUL 15 – JUL 29 EXPLORAÇÃO ESPACIAL,

SISTEMAS DA TERRA E MEIO

AMBIENTE;

UNIVERSITY OF COLORADO

BOULDER

COLORADO JAN 3 – JAN 27

JUL 2 – JUL 28

EMPREENDEDORISMO,

ENGENHARIA AEROESPACIAL, CIÊNCIAS DA SAÚDE, NEGÓCIOS INTERNACIONAIS E PSICOLOGIA;

UNIVERSITY OF

MASSACHUSETTS AMHERST

MASSACHUSETTS JUL 7 – AGO 3 STEM (CIÊNCIAS,

TECNOLOGIA, ENGENHARIA E

MATEMÁTICA);

UNIVERSITY OF NORTH

GEORGIA

GEORGIA JUL 9 – JUL 27 LIDERANÇA, MEIO AMBIENTE E

STEAM (CIÊNCIAS, TECNOLOGIA, ENGENHARIA, ARTES E MATEMÁTICA).

 

Para encontrar o curso ideal, seja de inglês ou de verão, considere alguns critérios:

  • Credenciamento das instituições;
  • Localização geográfica;
  • Clima;
  • Atividades e interesses;
  • Tipos de programas;
  • Tipos de instituições (universidades públicas ou particulares);
  • Tempo de duração do programa e disponibilidade para estudar;
  • Acomodações.

GRADUAÇÃO NOS EUA

Fazer uma graduação nos Estados Unidos parece coisa de cinema. Alunos de todas as partes do mundo, muitos professores renomados, muitos câmpus maravilhosos… e o detalhe fundamental: a melhor educação superior do planeta.

Você deve estar imaginando como deve ser difícil chegar lá, certo? Mas, felizmente, as coisas não são assim! Candidatar-se para fazer graduação nos Estados Unidos, na verdade, é mais simples do que parece. As oportunidades são muitas e os caminhos, também.

O sistema educacional nos Estados Unidos é, em alguns aspectos, bem diferente do brasileiro. A escolha dos candidatos pelas instituições, por exemplo, é feita por um processo de seleção holístico, englobando a análise de todos os documentos enviados: histórico escolar dos anos de ensino médio, notas em testes padronizados, redações, cartas, formulários, além de atividades extracurriculares que foram desenvolvidas durante o ensino médio.

O tempo total de uma graduação nos EUA, em média, é de 4 anos, e existem diferentes formatos de instituições de ensino superior, além de diferentes caminhos para receber um diploma de graduação. Uma possibilidade é iniciar os estudos num 2-year college (ou Community College), instituição que tem uma política de admissão aberta a custo acessível. Muitos brasileiros optam por esse caminho, pois é possível transferir os créditos para faculdade  ou  universidade,  finalizar  os  dois  anos  restantes  e,  assim,  receber  o  grau  de bacharel.

Outro caminho é candidatar-se a uma das 4-year colleges/universities, mais parecida com as nossas faculdades e universidades. Existem, no entanto, tipos diferentes entre elas: nos liberal arts colleges, por exemplo, o aluno é instigado a construir o próprio caminho e pode decidir o foco que quer dar à graduação. Em muitas universidades, você tem até quatro semestres para declarar o seu major (que pode ser duplo – double major – ou um major e um minor). Até lá, você pode estudar disciplinas variadas até definir o que é melhor para você.

 

Quadro Comparativo: Sistemas Educacional do Brasil e dos EUA

 

PÓSGRADUAÇÃO NOS EUA

Fazer pós-graduação nos EUA é ter a certeza de que você terá acesso ao que há de melhor no mundo em termos de educação! O país tem em seu currículo mais de 300 ganhadores do Prêmio Nobel, e seus programas estão sempre no topo de rankings internacionais. Além disso, estudar numa universidade americana é ter acesso a uma fantástica rede de contatos de todo o mundo, algo que certamente irá ajudá-lo em jornadas futuras.

Mas como funciona a pós-graduação nos EUA? No Brasil, quando falamos em pós-graduação sabemos que existem os programas de pós-graduação lato sensu e stricto sensu. Os programas latu sensu podem ter diferentes durações e conferem um diploma de especialização. Os programas strictu sensu são os de Mestrado e Doutorado. Nos EUA, por sua vez, não existe a nomenclatura latu sensu e strictu sensu, mas sim programas equivalentes.

Cursos de curta duraçãoCertificate Programs
Algumas universidades nos EUA oferecem cursos de curta duração em algumas áreas de interesse. A duração desses cursos pode variar de 1 ou 2 meses a 1 ano e meio, e são voltados a jovens recém-formados ou com alguma experiência profissional. Eles são bastante comuns na costa oeste, mas têm surgido em outras regiões do país.

Mestrado

Os mestrados nos Estados Unidos possuem dois focos principais: profissional e acadêmico. Os mestrados profissionais têm um caráter prático e de preparo para o mercado de trabalho, e podem durar de 1 a 2 anos. Exemplos desse tipo de mestrado são o LLM, na área de direito, e o MBA, na área de administração. Os mestrados acadêmicos estão disponíveis em todas as áreas de estudo, e geralmente têm duração de 2 anos. Outra distinção importante é que nem todo mestrado nos EUA pede que o aluno desenvolva uma dissertação; no entanto, se o aluno tem a intenção de revalidar seu diploma na volta ao Brasil, é importante que ele desenvolva uma tese.
Doutorado

 As universidades de pesquisa nos EUA são bastante conhecidas e estão sempre entre as mais bem vistas do mundo. Esse sistema de pesquisa inclui alunos de doutorado que produzem conhecimento, pesquisam e publicam resultados importantes. Há programas de doutorado em uma variedade de áreas, e cada um tem suas especificações em termos dos documentos pedidos na admissão de um candidato e que tipos de bolsas podem oferecer. Além dos programas de doutorado pleno, também é possível realizar parte do programa nos EUA – um doutorado sanduíche.
Medicina & Direito

Nos Estados Unidos, cursos como Medicina e Direito (e também Odontologia e Veterinária) não são programas de graduação como aqui no Brasil. Esses são cursos que seguem uma trajetória específica, reconhecidos como Professional Programs. Nesse sentido, para ingressar na Escola de Medicina, por exemplo, o aluno deverá realizar um bacharelado de 4 anos e cumprir algumas disciplinas específicas, e só após a graduação poderá então submeter sua candidatura para a Medical School.

BOLSAS DE ESTUDO

Além das bolsas das universidades, existem várias outras fontes de apoio financeiro que podem ajudar você a estudar nos EUA! Vale ressaltar, no entanto, que a maioria das bolsas são oferecidas para programas de graduação e pós-graduação (degree programs), sendo mais raras as bolsas para programas de inglês e de curta duração. Check it out:

Oportunidades Acadêmicas

O programa visa apoiar estudantes academicamente qualificados, mas sem condições financeiras, no processo de candidatura para programas de Graduação e Pós-Graduação, sendo o objetivo final que consigam admissões com bolsas de estudos em universidades nos Estados Unidos. É oferecido para alunos com interesse em fazer graduação ou pós (mestrado e doutorado) nos EUA. Mais informações: educationusa.org.br/site/oa/
Comissão Fulbright

Bolsas de estudos para o intercâmbio de estudantes de pós-graduação, professores e pesquisadores que queiram fazer a diferença em suas comunidades por meio da pesquisa e do conhecimento. No Brasil, desde 1957, suas bolsas já levaram mais de 3.500 brasileiros para estudar nos Estados Unidos e trouxeram quase 3.000 norte-americanos para o Brasil. Para mais mais informações, acesse: fulbright.org.br/bolsas-para-brasileiros/

 

RELATOS

Sayuri Magnabosco

(Aluna de graduação da Dartmouth University)

“Em 2013, li uma reportagem no jornal da cidade sobre uma curitibana que tinha sido aceita em faculdades americanas. Meu primeiro passo para estudar fora foi visitar o escritório do EducationUSA e lá encontrei todo o apoio de que eu precisava. Comecei a pesquisar sobre faculdades americanas na internet, conversei com alunos dessas instituições, comecei a aprender inglês, e criei coragem para explorar minha paixão pela ciência desenvolvendo um projeto de pesquisa durante o ensino médio. Fui aceita em 8 faculdades americanas com bolsas de estudo, e escolhi me matricular em Dartmouth College, instituição membro da Ivy League, e uma das melhores e mais prestigiadas faculdades dos Estados Unidos.”

João Paulo Krug
(
Aluno de graduação na Harvard University)

“O que é diferente nos EUA, para mim, é a multiplicidade. Acredito que muitos dos meus amigos agora, estudando em faculdades brasileiras, têm uma carga maior de conhecimento acadêmico do que eu, principalmente nas áreas de exatas, mas aqui aprendemos de um jeito único a integrar diferentes áreas do conhecimento e das nossas vidas, o que em muitas situações no Brasil sequer seria possível. Estudo em um curso de Honras em matemática, e fiz Ballet por créditos para o meu currículo – no Brasil, por lei eu não poderia me matricular em um curso de matemática e outro de dança ao mesmo tempo. Isso também faz com que você conheça pessoas muito interessantes, complexas, assimile as qualidades delas e se torne uma pessoa mais interessante – não aos olhos dos outros, mas aos seus.”

 

Gustavo Chehade
(Aluno do programa de verão na UC BoulderEducationUSA Academy)
“Tendo vivido na mesma casa, com as mesmas pessoas praticamente minha vida inteira, acho que podia dizer que passar um mês da Universidade do Colorado – Boulder, compartilhando um quarto com um aluno do Azerbaijão e vivendo num dormitório com outras 20 pessoas, de 15 países, seria uma experiência completamente diferente e emocionante para mim. Se foi tão bom quanto eu esperava? Na verdade, foi melhor!”
Danielle Ramos
(Aluna da Princeton University e escolhida pelo programa Oportunidades Acadêmicas)

“Participei do programa Oportunidades Acadêmicas e tive toda a assistência (de aconselhamento e também financeira) durante o processo de admissão. Cheguei em Massachusetts em 2009 para o curso de graduação em Amherst College, uma das mais renomadas faculdades de artes liberais do país. Em 2013, conquistei meu bacharelado em Geologia com distinção. Naquele mesmo ano, fui aceita no programa de doutorado em Geoquímica pela Princeton University, o que tem sido um grande e gratificante desafio!”

Lucas Pincer
(
Aluno da UCLA em um Certificate Program)

“Desde que comecei meu Certificate Program, conheci muitas pessoas criativas envolvidas em cinema, expandi meus conhecimentos e aprendi coisas além do que eu esperava! Descobri que minha paixão por cinema não era apenas por acting, mas também por cinematografia, direção e roteiro. No Entertainment Studies Certificate, estou aprendendo tudo isso. Tenho trabalhado em sets de filmagens constantemente, expandindo meu aprendizado da sala de aula para o mundo real, como ator, diretor, assistente de câmera e assistente de produção. Escolhi um Certificate Program porque ele me prepara para o mundo profissional por um valor muito mais acessível, e me dá tempo suficiente para participar de projetos fora da escola. Fiquei muito satisfeito com minha decisão de estudos!”

Thiago Arzua
(Aluno de medicina do Medical College of Wisconsin)

 “Sou formado em bioquímica pela University of South Florida, uma das 5 faculdades das quais eu fui aceito em 2011. Quando decidi estudar no exterior, minha experiência era limitada a saber que a pesquisa científica nos EUA era de um nível mais alto que no Brasil, e eu sabia que era isso que eu queria fazer. Por mais de um ano, fui preparado pelo EducationUSA, moldando minha application para diferentes faculdades, aprendendo inglês e sonhando com minha formação no exterior. Foi por meio dessa experiência de mentoria e ajuda que eu consegui alcançar todas as minhas ambições acadêmicas, por enquanto. Sem um pingo de dúvida, ter passado pelo escritório do EducationUSA durante meu ensino médio foi uma das melhores decisões da minha vida”.

 

 

Artigos relacionados

10 atrações nas Terras Altas da Escócia

A renomada revista Lonely Planet listou as Highlands da Escócia como uma das melhores regiões do...

Continue lendo

LAL Schools – Torbay UK

Já pensou em estudar na Inglaterra mas está assustado com a libra? Que tal uma cidade Inglesa...

Continue lendo

Alunos da Kings Education conhecem a área de Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM) da Universidade de Birmingham

Estudantes da Kings Oxford recentemente aproveitaram uma viagem ao dia livre da Ciências,...

Continue lendo

Junte-se à discussão

Eu Fui!

Veja abaixo a opinião de quem já viajou com as associadas Belta.

X