Blog

Fique por dentro

Como escolher a melhor escola para o intercâmbio dos sonhos

Como escolher a melhor escola para o intercâmbio dos sonhos

Por Danielle Silveira 

Fazer um intercâmbio é o sonho de muitos brasileiros que desejam aprender inglês e também conhecer novos países. Essa aventura promete muitas novas amizades, paisagens de tirar o fôlego e uma experiência única de viver na “gringa” explorando uma cultura completamente diferente. Mas ao tirar essa ideia do plano dos sonhos para se tornar realidade, o que não faltam são dúvidas. Seja qual for o perfil do estudante e seus objetivos para o intercâmbio, as duas dúvidas que sempre surgem durante o planejamento da viagem são: a duração do curso e a escolha da escola. Afinal, todos os intercambistas querem ter a certeza que vão ter tempo suficiente para alcançar o nível de inglês desejado e também a confiança que estão investindo em uma instituição confiável e de qualidade, que vai ser um verdadeiro segundo lar durante sua estadia no país anfitrião.

Nós já falamos nesse post sobre como calcular a duração ideal para o seu intercâmbio, e agora vamos lhe ajudar com algumas dicas de como selecionar a melhor escola para o seu perfil e objetivos.

Primeiro, pense no seu destino ideal

Uma das primeiras decisões de um intercambista costuma ser o país que será adotado como nova moradia temporária. Muitos estudantes já tem em mente onde gostariam de morar ao colocar o plano do intercâmbio em prática. Ainda que esse seja o caso, e você tenha o lugar dos sonhos em mente, será que esse destino é mesmo o ideal para os seus objetivos? São muitos fatores que devem ser levados em consideração ao escolher o destino do seu intercâmbio, e um dos principais é o clima.

Muitos brasileiros preferem manter sua rotina de dias ensolarados e quentes, enquanto outros querem experimentar viver em temperaturas mais amenas. A gama de atividades disponíveis em cada cidade depende também do clima local durante os meses da sua estadia, portanto é de extrema importância escolher com cuidado. Você prefere surfar na Austrália ou fazer bonecos de neve no Canadá?

Outro fator importante na escolha da cidade é a cultura local, já que o intercâmbio é não apenas uma maneira de aprender inglês, mas também de explorar o mundo e conhecer culturas diferentes. Por isso, é recomendável pesquisar bastante sobre os possíveis destinos antes de bater o martelo. Você prefere uma cidade internacional e cosmopolita como Londres ou se cercar de habitantes locais falantes nativos de inglês no interior da Inglaterra?  Seu sonho é praticar esportes radicais em Auckland ou fazer compras nas lojas de grife de Nova York? Outros pontos interessantes a serem considerados são:

– Que tipo de estilo de vida você vai encontrar no seu país anfitrião;

– Como eles reagem a estrangeiros;

– Como é a culinária local;

– Quais pontos turísticos e atividades você pode realizar nessa cidade;

– Que outras cidades ou países próximos são fáceis de ser visitados a partir desse local;

– Se o país tem escolas localizadas dentro de campi de universidades, o que oferece aos estudantes de inglês a chance de interagir com estudantes universitários;

– A possibilidade de conseguir um visto de trabalho para estudantes de inglês.

É hora de selecionar a escola perfeita para você!

Agora que você tem em mente para onde deseja ir (ou pelo menos tem uma ideia de quais lugares seriam interessantes!), é hora de escolher a escola ideal. Uma grande preocupação dos estudantes é a confiabilidade das escolas. Em uma pesquisa rápida, não é difícil encontrar histórias de intercambistas que sofreram algum tipo de golpe de agências e escolas de intercâmbio ou até mesmo alunos que simplesmente não gostaram da sua escolha por diversas razões. Portanto, além de ser confiável, a escola também precisa ter um estilo compatível ao do aluno, afinal, será na escola que você irá conhecer grande parte dos seus novos amigos e também passar grande parte dos seus dias. Mas como saber se uma escola é a parceira ideal para a realização desse sonho?

→ Certificações

O primeiro fator que deve ser avaliado são as certificações que a escola possui. Cada país tem suas certificações obrigatórias próprias e o estudante deve estar matriculado em uma escola credenciada para conseguir seu visto de estudante. Esse fator te ajuda a ter confiança na qualidade mínima do ensino oferecido pela escola, afinal, a mesma foi verificada pelo órgão governamental relevante. Os selos obrigatórios são os seguintes:

Austália:Cricos

Canadá: Language Canada

Estados Unidos: Uscis

Irlanda: Acels, Ilep

Inglaterra: British Council

Nova Zelândia: Nzqa

É importante salientar que em alguns países, como a Nova Zelândia, por exemplo, o estudante precisa estar matriculado em uma escola com determinado status para ter o direito de aplicar para o visto de trabalho. Portanto, se informe bem sobre as certificações exigidas por cada país antes da sua escolha.

→ O curso

Agora que você já tem uma lista de escolas qualificadas pela imigração, é hora de avaliar a qualidade do ensino oferecido por cada uma. A maioria das escolas mantém websites e redes sociais com uma gama de informações disponíveis sobre seus métodos de ensino, que podem ser mais focados na comunicação oral, um ensino mais tradicional que engloba gramática, ortografia e comunicação oral ou até mesmo escolas que desenvolveram seu método próprio de ensino ou oferecem diferentes métodos diferentes dependendo do curso escolhido.

Outro aspecto que pode ser avaliado é o material didático utilizado durante o curso. Se possível, explore o material e veja se aquela abordagem é a ideal para seu objetivo. Outro fator importante a ser considerado é se o material escolar vai adicionar um custo extra ao seu curso ou se o mesmo é oferecido como parte do pacote.

Também é válido perguntar sobre os métodos de avaliação utilizados no curso do seu interesse, além do número médio de alunos por turma, pois geralmente a qualidade do ensino é comprometida em turmas muitos grandes. Quanto menor a turma, mais dinâmica e interativa tende a ser a aprendizagem do aluno. Se informe também sobre quantas horas de estudo por semana estão incluídas em cada curso, já que cada escola costuma oferecer uma grade de atividades e aulas diferentes.

Outra dica importante: use e abuse da internet. Faça bom uso de todas as informações que puder encontrar em blogs, YouTube e grupos no Facebook. Outra fonte confiável de informação é o Trustpilot, um site de resenhas onde estudantes internacionais dividem suas experiências online. Essa interação é uma ferramenta incrível para evitar ciladas e explorar aspectos que você nunca tinha pensado antes que poderiam ser importantes na sua escolha.

As resenhas postadas nas páginas das escolas no Google ou Facebook também são uma boa fonte de informação para sua pesquisa.

→ A proposta da escola

Assim como as pessoas tem estilos diferentes, existem intercâmbios para agradar a cada um deles. Tão importante quanto a escolha do seu destino, é a escolha do tipo de escola que será a melhor segunda casa possível durante a sua viagem. Você prefere aprender em um ambiente educacional mais tradicional ou uma escola que seja mais flexível e ofereça atividades diferentes? Para você é absolutamente importante ter professores falantes nativos de inglês? Você prefere uma escola que seja popular entre os brasileiros ou gostaria de optar por uma escola com um grande mix de nacionalidades? Essas são algumas das considerações importantes a se fazer na hora da escolha.

Outro fator importante é a estrutura oferecida pelas escolas em termos de salas de aula, espaço comunal para os alunos, bibliotecas e espaços digitais. Se você é um fã de tecnologia, certamente será importante escolher uma escola moderna, que incorpore ferramentas digitais ao sistema de ensino.

→ Atividades extras

Geralmente as escolas oferecem uma gama de cursos com cargas horárias variadas para oferecer opções para todos os bolsos e gostos. Também é comum o currículo incluir diversas atividades extras dentro e fora da escola, que tem como objetivo colocar o inglês em prática em situações da vida real. Entre as atividades extras estão passeios pela cidade, viagens em grupo e clubes variados cobrindo diversos assuntos. Vale a pena checar quais atividades extracurriculares são oferecidas pelas escolas antes da sua escolha e também quais estão incluídas no preço dos cursos ou tem desconto para alunos.

→ O certificado

Ao eleger uma escola de inglês, você também está escolhendo qual nome você vai acrescentar ao seu currículo. Optar por uma escola conceituada, garante que você acrescentará um nome de confiança no seu histórico. É também importante perguntar que tipo de certificado a escola oferece ao final do intercâmbio, pois muitas vezes esse documento é importante para seu futuro profissional.

Sobre a Kaplan

Se após a sua pesquisa, você decidiu que a Kaplan oferece o que você procura, teremos todo o prazer em lhe receber em uma das nossas 38 escolas, localizadas nos maiores centros internacionais do mundo.

Em 2018, estamos comemorando 80 anos como uma das líderes de mercado no ensino de inglês como segunda língua, oferecendo uma extensa lista de cursos para diversas idades e perfis de estudantes. Nosso método exclusivo de ensino foi desenvolvido por especialistas em engenharia da aprendizagem e inclui o que há de mais moderno no mercado em termos de abordagem e tecnologia.

Nossas escolas também oferecem aos alunos um espaço agradável e de última geração, com amplo espaço para que eles se sintam à vontade não apenas para assistir às aulas, mas também para desfrutar de nossas instalações em seu tempo livre. Além das aulas incluídas no pacote flexível que o intercambista monta de acordo com suas necessidades, não faltam atividades extras para os alunos colocarem em prática o que eles aprenderam na sala de aula.

Independente do que você está procurando, nós temos o curso ideal para você! Saiba mais em nosso site kaplaninternational.com/br.

 

Artigos relacionados

Nova Zelândia

Os fãs de cinema já devem estar familiarizados com as paisagens deslumbrantes da Nova Zelândia....

Continue lendo

Espanha

Berço da segunda língua mais falada do mundo, a Espanha é um destino rico em culturas,...

Continue lendo

Férias ou estudos? O intercâmbio une os dois!

Intercâmbio não é sinônimo de cadernos e livros; em um período curto, dá pra viajar, estudar...

Continue lendo

Junte-se à discussão

Eu Fui!

Veja abaixo a opinião de quem já viajou com as associadas Belta.

X