Blog

Fique por dentro

Chile: destino mais prático para quem deseja ampliar o conhecimento na língua espanhola 

Chile: destino mais prático para quem deseja ampliar o conhecimento na língua espanhola 

“Oh, Chile, grande pétala de mar, vinho e neve”. As palavras do poeta Pablo Neruda sobre sua pátria dão contornos àquela que é a nação com o maior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) da América Latina – e, por tabela, uma das melhores pare se viver. Dá para adicionar à poesia o fato de o Chile ser a terra do deserto mais árido do planeta, o Atacama, e também dono de um dos sistemas educacionais mais cobiçados do continente.

O país de Neruda e Gabriela Mistral, ambos agraciados com o prêmio Nobel de Literatura, é dos destinos mais práticos para quem deseja aprender ou ampliar o conhecimento na língua espanhola. Muitas escolas – e universidades! – recebem estudantes de todo o mundo que buscam o domínio no idioma. Valparaíso e Viña del Mar, duas das cidades mais procuradas por turistas, também atraem muitos estudantes, embora Santiago seja a mais popular.

A experiência fora da sala de aula na capital varia de acordo com a época do ano: se o verão é convidativo para passeios no descolado bairro de Lastarria em meio a seus bares, cafés e lojas, o inverno é o período para visitar o Valle Nevado, onde estão as pistas de esportes na neve mais populares da região. Mas se você quiser curtir o frio em todo o seu esplendor, não deixe de conhecer a Patagônia nesse período – e, dessa forma, evite os infames ventos pelos quais a reserva é conhecida durante o verão, que chegam a quase 200 km/h!

Santiago também é casa da Pontificia Universidad Católica do Chile, apontada pelo QS University Rankings 2019 como a melhor universidade de América Latina. Quatro dos cinco campi da instituição estão localizados na capital, e os estudos nas áreas de arquitetura, arte & design, comunicação e sociologia figuram entre os 50 mais prestigiados do mundo. A Universidade do Chile, a mais antiga do país, aparece na 7° posição do levantamento.

Companhias aéreas low cost tornam mais em conta a missão de desbravar o país de norte a sul. Dos cenários que parecem saídos de um filme sci-fi do Atacama às geleiras eternas do sul da Patagônia, o Chile proporciona uma experiência de intercâmbio que poucas nações conseguem competir. O melhor de tudo é saber que os gastos são proporcionais ao custo de vida no Brasil, que está bem pertinho para facilitar tirar a sua viagem de estudos do papel.

 Para ouvir antes de embarcar
La Voz de los ’80, de Los Prisioneros
O disco de estreia da banda de rock mais importante do Chile deu voz à juventude do país sob a ditadura militar de Augusto Pinochet e influenciou inúmeras bandas do continente.

Para ver de perto
Parque Nacional Rapa Nui, na Ilha de Páscoa
Berço da cultura Rapa Nui, o local é famoso por suas centenárias estátuas moais. Embora parte do território chileno, a ilha está a 3,7 mil km de distância do continente!

Infográfico
Os países da América Latina com maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH):
0.843 – Chile (44° no ranking global)
0.825 – Argentina (47° no ranking global)
0.804 – Uruguai (55° no ranking global)
0.759 – Brasil (79° no ranking global)

Artigos relacionados

Relatos de quem já fez intercâmbio

Um intercâmbio serve a vários propósitos. Descubra qual é o seu a partir dos relatos de quem...

Continue lendo

França: destino turístico mais popular do mundo  

Gastronomia internacionalmente reconhecida, monumentos dignos de cartão-postal, grifes de moda...

Continue lendo

Intercâmbios no Paraná cresce graças ao interior do estado

Municípios fora dos grandes centros apresentam PIB mais favoráveis, melhor distribuição de...

Continue lendo

Junte-se à discussão

Eu Fui!

Veja abaixo a opinião de quem já viajou com as associadas Belta.

X