Blog

Fique por dentro

Viajar + Estudar: um projeto em prol da educação no Brasil

Viajar + Estudar: um projeto em prol da educação no Brasil

Com divulgação Belta, iniciativa da Quality English leva professores de inglês da rede pública para fazer intercâmbio onde a língua é parte do dia a dia

Tem quem faça um intercâmbio para aprender, mas tem também quem tem uma experiência de estudos fora do Brasil para ensinar. Esse é o caso dos 14 vencedores da primeira edição do projeto Viajar + Estudar, que selecionou professores da rede pública de 9 cidades brasileiras para sentirem os benefícios de viver e de estudar no exterior.

A iniciativa da Quality English, associação que reúne algumas das instituições de ensino mais bem qualificadas de países anglofalantes, foi saudada com entusiasmo pelo público-alvo. “A reação e o engajamento da comunidade brasileira de professores foi fantástica”, garante Jonathan Swindell, CEO da Quality English. O executivo conta que o entusiasmo com o projeto foi proporcional à dificuldade de escolher os vencedores: nas alturas!

Os professores foram agraciados com bolsas de estudos em países como África do Sul, Estados Unidos, Irlanda e Reino Unido, onde terão a oportunidade de passar duas semanas acomodados em casas de famílias locais. Nenhum deles irá se encontrar nas salas de aula do exterior, já que todas as escolas participantes estão localizadas em cidades diferentes.

O projeto Viajar + Estudar foi importado para o Brasil a partir de uma iniciativa similar que aconteceu do outro lado do mundo, no Japão. Por lá, a Quality English levou professores japoneses de inglês para uma experiência de estudos nas suas escolas associadas em países anglófonos. “O projeto foi um sucesso estrondoso e resultou em um relacionamento intenso entre professores de lá e nossas escolas”, explica Jonathan.

A reunião dos vencedores, que vêm das mais diversas regiões do Brasil, aconteceu em São Paulo. Um hotel na capital paulista foi palco da cerimônia de entrega das bolsas de estudos aos professores, que puderam se integrar ainda mais ao universo do intercâmbio em meio a bate-papos, palestras e networking ao longo de um fim de semana.

3 perguntas para Jonathan Swindell, CEO da Quality English

Por que o Brasil e os professores do país foram escolhidos para o projeto Viajar + Estudar?
As escolas da Quality English têm ampla experiência com estudantes brasileiros e saúdam a energia e o comprometimento que eles trazem à sala de aula. Ao premiar professores com bolsas de estudos, o projeto busca ter um impacto duradouro, já que as qualificações dos professores serão transmitidas aos alunos ao longo dos anos. Os professores irão aprimorar suas competências no idioma e também as suas metodologias de ensino.

O que a Quality English buscou nos professores premiados com as bolsas de estudo?

Os vencedores demonstraram comprometimento com o próprio desenvolvimento pessoal e com o desejo de viver um intercâmbio. A experiência de cada um nas escolas da Quality English dará a eles novas qualificações, mas também os colocará frente a frente com novas culturas. Por isso, era importante que eles contassem com a determinação para aproveitar ao máximo a oportunidade, tanto para benefício deles quanto de seus estudantes.

Quão importante é para um professor aprimorar o inglês em um país onde o idioma é uma das línguas oficiais?

Aprender o inglês em um país anglófono traz muitos benefícios. A maioria das escolas da Quality English conta com uma porcentagem altíssima de professores nativos na equipe. Isso significa que os professores brasileiros vão aprender muitas nuances diferentes da língua e como ela é usada na sociedade atualmente. As escolas da Quality English reúnem estudantes de vários lugares, o que força todos a se comunicarem todo o tempo em inglês. Outro fator importante é que os vencedores do projeto Viajar + Estudar ficarão em casas de família, então a imersão na língua inglesa será feita 24 horas por dia.

ACOMPANHE NA WEB

Quer saber como foi a experiência dos vencedores do projeto Viajar + Estudar? Acesse o site e as redes sociais da Quality English e da Belta para conferir imagens e depoimentos da vida no exterior dos professores brasileiros dentro e fora das salas de aula.

Os vencedores
Veja quem faturou a bolsa de estudos da primeira edição do projeto Viajar + Estudar

Clea Marcia Lourenço Carvalho (Belo Horizonte/MG)

ATC Language Schools (Bray, Irlanda)

Debora Grassano Soares (São José/SC)

CEC – Cork English College (Cork, Irlanda)

Paloma Cabral Guimarães (Campina Grande/PB)

Frances King School of English (Dublin, Irlanda)

​Silvanira Area de Oliveira (Curitiba/PR)

Kurus English (Cape Town, África do Sul)

​Carlos Adreson da Silva (Recife/PE)

ATC Language Schools (Winchester, Reino Unido)

​Kelly Aparecida Brandão Avelino (São Paulo/SP)

Melton College (York, Reino Unido)

​Thayane Soares da Silva (São Luís/MA)

The English Language Centre (Brighton, Reino Unido)

​Valéria Cristina Aguilar Pradella (Bauru/SP)

BEET Language Centre (Bournemouth, Reino Unido)

​Kleyton José da Silva (Sinop/MT)

BLC – Bristol Language Centre (Bristol, Reino Unido)

​Ingrid Ricci da Costa (São Luís/MA)

BLS English (Bury St Edmunds, Reino Unido)

​Clauber Ribeiro Cruz (Resende/RJ)

LILA (Liverpool, Reino Unido)

​Hismalei Santos de Oliveira (Salvador/BA)

TLA – The Language Academy (Fort Lauderdale, EUA)

​Evelyn Jorge de Carvalho (São Paulo/SP)

TLA – The Language Academy (Fort Lauderdale, EUA)

​Gabriela Trigo de Almeida Fischer (São João do Meriti/RJ)

Wisconsin ESL Institute (Madison, EUA)

Artigos relacionados

Merrick Preparatory School apresenta vantagens do aprendizado online síncrono

Durante a pandemia, as instituições de ensino foram forçadas a repensar suas formas de ensino...

Continue lendo

CES Schools tem datas de reabertura confirmadas

A Centre of English Studies (CES) é uma escola de inglês com mais de 30 anos de experiência que...

Continue lendo

África do Sul: Um destino com natureza exuberante e muitas opções de intercâmbio

Nada melhor do que ir para um lugar onde há garantias de que você irá usufruir o que ele tem de...

Continue lendo

Junte-se à discussão

Eu Fui!

Veja abaixo a opinião de quem já viajou com as associadas Belta.

X