Blog

Fique por dentro

Estudantes de todo o Brasil podem visitar a EduCanadá 2020, feira de educação virtual gratuita que acontece no dia 24 de setembro

Estudantes de todo o Brasil podem visitar a EduCanadá 2020, feira de educação virtual gratuita que acontece no dia 24 de setembro

Organizada pelo Governo do Canadá, os brasileiros terão a oportunidade de conhecer mais de 50 instituições participantes e conferir por que o país é o destino preferido para intercâmbio por 15 anos consecutivos pela pesquisa Selo BELTA 2020, lançada no início de setembro

Para compensar o distanciamento físico em decorrência da pandemia, o Governo do Canadá promoverá no Brasil sua tradicional feira de educação, a EduCanadá, em formato virtual e gratuito no dia 24 de setembro (quinta-feira), das 16h às 20h.  Estudantes de todo Brasil terão a oportunidade de falar com representantes de mais de 50 instituições de ensino do país, bem como representantes do Governo federal e de províncias, para planejar sua futura experiência de intercâmbio no destino preferido dos brasileiros.  Na pesquisa da BELTA (Brazilian Educational & Language Travel Association), lançada no início de setembro, o Canadá voltou a despontar no topo da lista dos destinos escolhidos pelos brasileiros para estudar no exterior.  É o 15º ano consecutivo que o país é eleito pelo público brasileiro como o melhor lugar para estudar.  

Quem participar da EduCanadá Virtual Fair 2020  terá acesso à informações sobre todas as modalidades de ensino (idioma, high school, graduação, pós-graduação, mestrado, doutorado e cursos técnicos) e contato com representantes do governo do país e de algumas províncias para tirar dúvidas sobre os cursos disponíveis, o sistema educacional canadense e vistos.  Em uma plataforma com design atrativo e muitas ferramentas de buscas, descritivos, fotos e vídeos, os estudantes terão ainda a possibilidade de quatro horas de interação on line com as instituições e Governo do Canadá.  As inscrições podem ser feitas gratuitamente pelo  link https:http://www.educanadavirtual.com/brasil/feira

Na disputa de atributos no ensino internacional o Canadá sai na frente com muitos pontos a seu favor. O sistema educacional do país está ranqueado entre os melhores do mundo. Segundo o Times Higher Education 2020, 14 universidades canadenses estão entre as 300 melhores do planeta e seus diplomas e certificados são reconhecidos mundialmente. Ocupa a posição de líder em Qualidade de Vida e o segundo lugar em cidadania, de acordo com a U.S. News & World Report  2020. É o 6º país mais pacífico do mundo e o número um entre os países da América, diz a Global Peace Index 2019.

No quesito custo-benefício, também se destaca: em relação ao real, o dólar canadense chega a ser até 60% mais competitivo do que as moedas de outros países. Outro ponto ressaltado na pesquisa são as políticas que facilitam aos estudantes internacionais trabalhar enquanto cursam um programa de educação superior. No Canadá é possível trabalhar dentro do campus e até 20 horas por semana fora da instituição de ensino durante o período de aulas e 40 horas durante as férias. Além disso, alguns programas também são elegíveis para o visto de trabalho pós-graduação, que permite ao estudante obter experiência profissional depois de terminar seu curso.

“A feira oficial de estudos do Canadá, EduCanadá, é uma excelente oportunidade para os brasileiros que planejam estudar fora do país  de conversar com representantes das instituições educacionais canadenses e aprender mais sobre seus programas. O Canadá é reconhecido mundialmente pela qualidade do ensino, os custos muito acessíveis, a possibilidade de estudar em inglês ou francês e de ter uma experiência multicultural. E isso acontece em um país seguro, com infraestrutura e tecnologia de ponta, além de acesso a um magnífico cenário natural. O Canadá tem muita experiência em receber alunos estrangeiros. Somente no ano passado, as instituições de ensino canadense receberam mais de 620 mil alunos estrangeiros, sendo 40.000 brasileiros. E isso não surpreende, pois pelos últimos 15 anos consecutivos o Canadá é o destino preferido de estudos dos brasileiros, de acordo com o estudo anual da Belta”, afirma a embaixadora do Canadá no Brasil, Jennifer May.

Na pesquisa da BELTA, realizada com 2.837 estudantes e  534 agências de viagens de 22 estados, de dezembro de 2019 a março deste ano, por meio eletrônico, a experiência multicultural está entre os quesitos destacados pelos brasileiros para definir o Canadá como lugar para viver o sonho de morar fora do país de origem.  Com 37,9 milhões de habitantes, o segundo maior país do mundo em extensão territorial é oficialmente bilíngue, então existe a possibilidade de estudar em inglês ou francês no país. No recorte sobre o impacto da pandemia no setor de intercâmbio, o Canadá se mantém em primeiro lugar no interesse dos brasileiros que responderam a pesquisa. O país também foi destacado como referência em protocolos e medidas de apoio aos estudantes.

PESQUISA SELO DA BELTA 2020 SOBRE IMPACTO DA PANDEMIA NO INTERCÂMBIO APONTA CANADÁ COMO DESTINO Nº 1 APÓS COVID-19 E REFERÊNCIA EM PROTOCOLOS E APOIO AOS ESTUDANTES

O Canadá segue na linha de frente entre os países de maior interesse dos intercambistas (79,5%), seguido pelos Estados Unidos e Reino Unido.  A maior parte dos 498 estudantes brasileiros que responderam a pesquisa nacional Selo BELTA 2020 sobre o impacto da pandemia no intercâmbio se mantêm firmes nos planos de estudar fora do Brasil nos próximos anos e 100% deles disseram que preferem assistir aulas presenciais do que acompanhar o conteúdo on-line do seu país de origem.  Os estudantes estão otimistas e acreditam que já no segundo semestre de 2021 poderão arrumar as malas para a tão sonhada viagem de estudos. Embora apenas 13% dos entrevistados tenham desistido de viajar a curto prazo, as agências pesquisadas estão enfrentando uma queda de 46% em suas vendas. Eles acreditam no retorno à normalidade somente após o início do surgimento da vacina.

O país que lidera rankings internacionais de qualidade de educação e de vida está na liderança, ao lado da Nova Zelândia, como uma das principais referências de competência em protocolos de controle da pandemia (85,7%), segurança sanitária e infra-estrutura adequadas para recepção de estudantes internacionais em um futuro próximo, além de recursos tecnológicos ajustados  às exigências de aulas em formato híbrido (on-line+presencial).

Para aliviar o impacto da pandemia sobre os estudantes internacionais, as diferentes esferas de governo no Canadá, assim como as instituições acadêmicas, colocaram em vigor diversas medidas, que incluíram desde mudanças no processamento de vistos e implementação de regras mais flexíveis para o post-graduation work permit, até o auxílio financeiro para algumas categorias de estudantes afetadas pela crise.

Os estudantes internacionais que permanecem no Canadá podem solicitar a renovação de sua autorização de estudos e continuar a estudar e trabalhar enquanto a renovação de seu status está sendo processado. Aqueles que possuíam uma permissão de estudos válida concedida antes ou em 18 de março de 2020, podem viajar para o Canadá, desde que demonstrem aos oficiais do Serviço de Fronteiras que sua viagem não é discricionária. Mais informações sobre restrições de viagem ao Canadá e exceções estão disponíveis no site oficial do Governo: https://travel.gc.ca/covid-19-travel

Mais informações sobre educação/pandemia no Canadá: https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/news/2020/08/facilitative-measures-to-support-international-students-affected-by-the-covid-19-pandemic.html

SERVIÇO

O QUE: Feira Virtual EduCanadá 2020

QUANDO: 24 de setembro, quinta-feira

HORA: Das 16h às 20h

QUEM PROMOVE: Governo do Canadá  

INSCRIÇÃO: Gratuita pelo link https://educanadavirtual.com/assessoria

Canadá, dados gerais sobre o país

  • 37,9 milhões de pessoas vivem nas 10 províncias e 3 territórios canadenses
  • O sistema político vigente é a democracia parlamentarista.
  • É um país oficialmente bilíngue (inglês e francês)
  • Mais de  200  idiomas são falados no Canadá, um indicador do multiculturalismo vigente no país.
  • Inclusão e diversidade são pilares da sociedade canadense e fazem com que os estudantes estrangeiros se sintam acolhidos pelo país

Por que o Canadá é o destino mais procurado pelos brasileiros pelo 15º ano consecutivo?

Pesquisa nacional Selo BELTA 2020 reafirma a liderança do País

  • O Canadá permanece no topo da preferência dos estudantes brasileiroscomo o melhor destino para se estudar, segundo apontra a recente pesquisa Selo Belta 2020, lançada em 3 de setembro último. A liderança do país pelo 15º ano consecutivo foi reafirmada em consulta realizada de dezembro de 2019 a março de 2020 por  2.837 estudantes e  534 agências de viagens de 22 estados brasileiros.
  • Entre os atributos destacados pelos estudantes estão: sistema educacional ranqueado entre os melhores do mundo e os diplomas e certificados são reconhecidos mundialmente; é o 6º país mais pacífico do mundo e o número um entre os países da América, segundo a Global Peace Index 2019), é  líder em Qualidade de Vida segundo a U.S.News & World Report  2020,  proporciona uma experiência multicultural (inglês e francês são línguas oficiais), oferece um excelente custo-benefício, já que em relação ao real, o dólar canadense chega a ser até 60% mais competitivo do que as moedas de outros países, possui políticas flexíveis que facilitam aos estudantes a combinação de estudar e trabalhar (é possível trabalhar dentro do campus e até 20 horas por semana fora da instituição de ensino durante o período de aulas e 40 horas durante as férias), é destaque em infraestrutura e tecnologia (com apenas 0,5% da  população  mundial, o  Canadá  realiza  2,9%  das  pesquisas  científicas  globais), além de estar inserido em um magnífico cenário natural.
  • 14 universidades canadenses estão entre as 300 melhores do mundo, segundo o Times Higher Education2020

https://www.timeshighereducation.com/world-university-rankings/2020/world-ranking

  • O Canadá tem o 6º melhor sistema de educação superior no mundo, de acordo com a Universitas 21 – Ranking Mundial de Educação Superior 2019

https://universitas21.com/sites/default/files/2019-04/Full%20Report%20and%20Cover.pdf

  • 95% dos estudantes que se formam em um college estão colocados no mercado de trabalho

(Statistics Canada: https://www23.statcan.gc.ca/imdb/p2SV.pl?Function=getSurvey&Id=122604)

  • Três cidades canadenses estão entre as 30 melhores cidades do mundo para se estudar. A cidade de Montreal ficou em 6º lugar, Toronto em 11º e Vancouver em 16º lugar, segundo o QS 50 Best Student Cities2019

https://www.topuniversities.com/city-rankings/2019

  • O Canadá é um país de desempenho superior em qualidade de sistema educacional, aponta a OECD Better Life Index OCDE 2019 –  90% dos homens e 93% das mulheres concluíram o Ensino Médio. E mais de 95% dos canadenses escolhem educação em escolas públicas para seus filhos.

http://www.oecdbetterlifeindex.org/pt/paises/canada-pt/

  • País recebeu mais de 628 mil estudantes estrangeiros em 2019, segundo o Ministério da Imigração, Refugiados e Cidadania[1]. E o Brasil foi o país latino-americano que mais enviou estudantes para o Canadá.
  • No ano passado, aproximadamente 40 mil brasileiros foram ao Canadá para estudar em programas de curta ou longa duração.
  • Desde 2018, o Brasil é o país que mais envia estudantes para programas de idiomas no Canadá. Apenas em 2019, foram quase 25 mil estudantes brasileiros aprendendo inglês ou francês no país. Vale destacar que o francês é a segunda língua mais procurada pelos brasileiros depois do inglês, segundo a pesquisa Selo BELTA 2020
  • O Brasil está entre os 10 países (8ºlugar) que mais encaminha estudantes para cursos de longa duração ao Canadá– foram 14.560 brasileiros com permissões de estudos em 2019. *
  • O Canadá é o destino número 1 dos brasileiros para programas de High Schoolhá 3 anos consecutivos, de acordo com a BELTA.
  • O Canadá oferece oportunidades de emprego e estágios de alta qualidade dentro e fora do campus, para estudantes cursando ensino superior em tempo integral e para os que se graduarem, através do Post-graduation Work Permit;
  • O país realiza fortes investimentos nos setores público e privado nas áreas de Pesquisa e Desenvolvimento, que se traduz em instalações de pesquisa de alto nível, além de desenvolver tecnologia de ponta, e possuir ambientes inovadores;
  • Na vida de um campus de uma universidade canadense, os estudantes podem viver em alojamentos universitários dentro do campus; comer nos restaurantes e lanchonetes da própria universidade; exercitar-se ou praticar esportes em ginásios modernos e totalmente equipados; obter os serviços básicos, tais como: serviços bancários, compras ou atendimento médico em clínicas no próprio campus; e, além de tudo, se divertir nos clubes para estudantes ou em um dos muitos eventos culturais, recreativos e desportivos que são organizados no campus.
  • Recente pesquisa feita pelo Canadian Bureau for International Education (CBIE) com estudantes internacionais revelam que  93% dos estudantes internacionais estão satisfeitos ou muito satisfeitos com seus estudos no Canadá e recomendariam o Canadá como um destino de estudo para amigos. 

Canadá no ranking de Qualidade de Vida

  • Melhores países do mundo – U.S. News & World Report  (2020):

O Canadá é considerado o melhor país em qualidade de vida, e o segundo melhor em termos de cidadania.

https://www.usnews.com/media/best-countries/overall-rankings-2020.pdf

  • Melhor cidade do mundo para se viver – Forbes (2020):

Montréal é a melhor cidade Canadense para se viver (5º mundialmente), oferecendo oportunidades de emprego, além do custo de vida, finanças e habitação ideais. O     Canadá é conhecido pela estabilidade geral, multiculturalismo, meio-ambiente preservado, sistema de saúde e sistema de educação de alto nível.

https://forbes.com.br/colunas/2019/12/as-melhores-e-as-piores-cidades-do-mundo-para-se-mudar-em-2020/

  • Social Progress Index (2019):

O Canadá ficou em 9º lugar na pesquisa que mede o bem estar social e progresso além de indicadores econômicos.

https://www.socialprogress.org/?code=CAN

  • OECD’s Better Life:

O Canadá está entre os sete países mais bem classificados em termos de satisfação geral, é o quarto país com melhor condição de moradia no mundo e segundo no ranking em termos de saúde.

http://www.oecdbetterlifeindex.org/countries/canada/

  • Global Peace Index (2019):

O Canadá é o 6º país mais pacífico do mundo, sendo o mais pacífico entre os países da América.

http://visionofhumanity.org/indexes/global-peace-index/

  • Global Nation Brands Index (2019): 

O Canadá é #3 no ranking, que considera fatores como governança, povo e imigração & investimento.

https://www.ipsos.com/en-us/news-polls/Germany-Retains-Top

  • Reputação internacional –  Forbes “The world´s 10 most reputable countries 2019”: 

O Canadá é 6º  país com melhor reputação do mundo.

Rede Alumni

Depoimentos dos Estudantes – Intercâmbio Canadá

Daniel Holanda Noronha 

                                                                                                                                            

Daniel Holanda em Spanish Banks Beach, Vancouver | Crédito Foto: arquivo pessoal

  • Idade: 28 anos
  • Celular: +(1) 604-704-1733
  • Ano do intercâmbio: ELAP em 2017 e PhD desde 2018 (atual)
  • Curso: Engenharia da Computação
  • Instituição: University of British Columbia (UBC)
  • Tempo de permanência: ELAP: 5 meses
  • Cidade onde mora atualmente: Vancouver-Canadá

“O programa Emerging Leaders in the Americas Program* (ELAP) me possibilitou fazer um estágio de pesquisa na UBC (Vancouver) por 5 meses durante o meu mestrado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Após finalizar o mestrado, fui aceito para um programa de PhD na UBC e estou no Canadá há quase três anos. Os bons resultados que tive nos meus estudos me renderam diversos prêmios e bolsas, como a Vanier Graduate Scholarship. Esse é um dos grandes diferenciais dos programas de mestrado e doutorado aqui, as oportunidades de bolsa e prêmios por mérito acadêmico, além da estrutura dos laboratórios. No Canadá a diversidade cultural é muito grande e as pessoas, em geral, acreditam que essa diversidade é algo que fortalece o país socialmente e economicamente. Isso não é assim em muitos outros países. Morar em Vancouver também me motivou a ser uma pessoa mais fisicamente ativa. Hoje moro perto da praia, jogo vôlei na frente do mar nos fins de semana e tenho uma vida muito mais ativa do que tinha no Brasil.”

*Programa de bolsas de estudo da Global Affairs Canada que oferece aos alunos da América Latina e do Caribe oportunidades de intercâmbio de curto prazo para estudo ou pesquisa na faculdade, graduação e pós-graduação em Canadá.

Daniel de Araújo Costa Rodrigues

Daniel de Araújo no bondinho descendo de Mont-Tremblant | Crédito Foto: arquivo pessoal
  • Idade: 29 anos
  • Telefone: +(1) 581 992 0165
  • Ano do intercâmbio: está no Canadá desde 2019
  • Curso: Doutorado em Engenharia Química
  • Instituição: Université Laval – Québec
  • Cidade onde mora atualmente: Québec-Canadá

“Estou a 1 ano e meio no Canadá e devo ficar por pelo menos mais esse tempo. Eu sou candidato a Ph.D. em eng. Química e trabalho com a produção de anodos para a indústria de alumínio. A universidade em que estudo (Université Laval) é muito bem preparada para receber estudantes estrangeiros, o que facilita a integração com a comunidade universitária. Junto com a gentileza cotidiana do canadense, a experiência de viver longe da nossa cultura nativa se torna mais fácil e conseguimos ter uma nova perspectiva sobre a forma de viver em sociedade. Existe uma mentalidade de comunidade muito forte e consciência de que os outros também precisam e merecem. Sobre a qualidade de vida, a segurança é o que mais me marca. A paz de não se preocupar rotineiramente com a violência urbana é algo difícil de descrever. A disponibilidade de lazer aqui também é gigante, especialmente se você gostar de atividades ao ar livre. O sistema de educação é de altíssimo nível e não somente a pós-graduação, da qual faço parte. Uma das coisas que acho excelente é a presença dos colleges e CEGEPs na formação das pessoas que conheci.”

Natalia Kirsch Koff

Natalia Koff patinando no gelo pela primeira vez no Harbourfront Centre | Crédito Foto: arquivo pessoal
  • Idade: 35 anos
  • Celular: (51) 99805-6577
  • Ano do intercâmbio: 2018/2019
  • Cidade do intercâmbio: Toronto
  • Curso/Instituição: IELTS Preparation na Eurocentres e Certificate of Social Media Marketing na George Brown College
  • Tempo de permanência total: 5 meses
  • Cidade onde mora atualmente: Porto Alegre/RS

“Trabalho com marketing voltado para educação internacional, ajudando outras pessoas a estudarem no Canadá. Estudei em Toronto por 5 meses. Já conhecia o Canadá como turista, mas depois do intercâmbio, voltei mais fã ainda da cidade e do país. A experiência no curso preparatório me fez alcançar a nota que eu precisava no IELTS, e durante o curso no College pude conviver em um ambiente acadêmico e conhecer pessoas de todo o mundo. Foi uma experiência transformadora que mudou a minha vida!”

Janyne Leonardi de Carvalho

Janyne de Carvalho na Universidade Ryerson, onde estudou, com artigo publicado em revista especializada | Crédito Foto: arquivo pessoal
  • Idade: 21 anos
  • Celular: (41) 99736-1856
  • Ano do intercâmbio: 2019
  • Cidade do intercâmbio: Toronto e St. Catharine’s
  • Curso: Comunicação
  • Instituição: Ryerson University e Brock University
  • Tempo de permanência: 8 meses
  • Cidade onde mora atualmente: Curitiba/PR

“Fui a Toronto em junho de 2019 para passar três meses como estagiária em pesquisa pelo Mitacs Globalink Research Internship na Ryerson University, no departamento de Comunicação Gráfica. Me mudei em setembro para a cidade de St. Catharine’s para cursar o semestre de outono como estudante intercambista de Comunicação na Brock University através da bolsa Emerging Leaders in the Americas Program (ELAP). Este foi um sonho que lutei por três anos para conquistar, e a experiência final de viver no Canadá foi além das minhas expectativas, se tornando o momento de vida mais enriquecedor intelectual e emocionalmente para mim. A segurança nas cidades, a hospitalidade da minha host family, o preparo das universidades com a internacionalização e amparo aos estudantes, a qualidade do ensino e dos campi, a pluralidade de culturas e a forma como elas são inseridas no âmbito urbano me impressionaram e fizeram o Canadá parecer um lar distante de casa.”

Jéssica Sbroglia da Silva

Jéssica Sbroglia fazendo a travessia para Toronto Islands | Crédito Foto: arquivo pessoal
  • Idade: 29 anos
  • Celular: (43) 99647-2063
  • Ano do intercâmbio: 2018
  • Cidade do intercâmbio: Montreal
  • Curso: Antropologia Rural
  • Instituição: Université de Montréal (UdeM)
  • Tempo de permanência: 06 meses
  • Cidade onde mora atualmente: Londrina/PR

“Fui ao Canadá em 2018 com bolsa pelo Programa de Futuros Líderes das Américas (ELAP), do governo canadense. Eu fiz um estágio de pesquisa na Universidade de Montreal, onde aprofundei minha pesquisa sobre como as mulheres rurais tinham um papel-chave na produção alimentar sustentável. Além do intercâmbio acadêmico, o multiculturalismo da cidade de Montreal me permitiu conhecer pessoas de várias partes do mundo. Na bagagem eu trouxe conhecimento cientifico, novos amigos e uma nova visão sobre o papel do voluntariado na cultura canadense. A partir de então, me engajei em trabalhos voluntários e hoje sou a Presidente da Alumni Canada-Brasil, uma rede sem fins lucrativos que congrega estudantes e profissionais que já estiveram ou estão no Canadá, estreitando a relação entre os dois países.”

Jessica Almeida

Jessica Almeida no topo do Mont Royal, Montréal | Crédito Foto: arquivo pessoal

 

  • Idade: 24 anos
  • Celular: (21) 986121119
  • Ano do intercâmbio: 2020
  • Cidadedo intercâmbio: Montréal
  • Curso: Idiomas – inglês e francês
  • Instituição: ILSC – Montréal
  • Tempo de permanência: 8 semanas
  • Cidade onde mora atualmente: Rio de Janeiro/RJ

“O intercâmbio no Canadá foi uma das experiências mais incríveis da minha vida. Fiquei encantada com a segurança, com a eficiência do transporte público e como os canadenses são honestos e confiam até mesmo em seus turistas. Gostei muito da escola onde tive aulas e consegui desenvolver consideravelmente minhas habilidades nos dois idiomas que estudei – realmente, nada como viver o dia-a-dia na língua que você está tentando aprender, e numa cidade com pessoas tão receptivas a isso. Acredito que a cereja do bolo tenha sido o fato de que fui muito bem acolhida não só pela cidade, como também pela família que me abrigou durante a viagem. Eu criei um laço muito forte com eles e com Montréal, e hoje todos os meus objetivos e esforços profissionais e acadêmicos visam poder retornar aquela cidade e construir a minha vida lá.”

Artigos relacionados

Os destinos já estão recebendo brasileiros para estudar no exterior?

Confira abaixo os principais destinos para a realização de sua viagem no exterior e como está...

Continue lendo

Você conhece a Toronto School of Management?

Toronto School of Management (TSoM) é uma faculdade inovadora que oferece uma variedade de...

Continue lendo

Irlanda: um hub para multinacionais e também para estudantes de todo o mundo

Não é por acaso que, ano após ano, a Irlanda figura entre os destinos de intercâmbio mais...

Continue lendo

Junte-se à discussão

Eu Fui!

Veja abaixo a opinião de quem já viajou com as associadas Belta.

X