Marrocos

Marrocos
  • Moeda:Dirham
  • Embaixada em Brasília:(61) 3321-3994
  • Consulado em São Paulo:(11) 3256-2146

Praias, sol, riqueza histórica, um deserto, montes de 4 mil metros, mercados árabes, águas do Atlântico e do Mediterrâneo e pleno continemte africano mas a um passo da Espanha: bem-vindo ao Marrocos.

O país africano, situado no que se convencionou chamar de Magreb (região do extremo oeste do mundo árabe, que inclui também Sahara Ocidental, Argélia e Tunísia, Mauritânia e Líbia), atrai turista por sua proximidade com a Europa: é separado do outro continente por um pequeo estreito, o estreito de Gibraltar – que é também a saída do mar Mediterrâneo ao oceano Atlântico. Aqui, os dois continentes quase se tocam, razão pela qual um pouco das duas culturas se mescla: quem vai à Andaluzia, região espanhola onde estão as cidades de Sevilha e Granada, pode ver um pouco da herança árabe, e quem chega ao Marrocos nota um pouco da infuência andaluza.

Em seus 710 mil km2, distribuem-se de praias que mais parecem um paraíso até um trecho do maior dos desertos: o Saara. Entre as cidades mais importantes estão Fes, Marrakech, Meknès, Casablanca e Rabat – todas com uma herança histórica que atrai cerca de 3 milhões de visitantes por ano. As três primeiras, aliás, são cidades imperiais recheadas de antigos mercados e momumentos árabes. Aqui se fala árabe e 99% dos habitantes tem com religião o islamismo.

O país é uma boa pedida para estudar o árabe – possui boas alternativas de diversão, além de estar conectado com os principais países de seu continente e do continente europeu. Uma das cidades que atrai mais estudantes é Rabat, a capital, com seu centro antigo, seu minarete e suas casas brancas – logo perto da medina já se vê um pouco de cultura andaluza, caso do jardim de Oudayas Kasbah, em estilo andaluz. Aqui fica também o mausoléu do rei Mohammed V, que proclamou a independência do Marrocos em 1956 e o Palácio Real, residência do rei e local de governo desde 1912.

Mas nem tudo remete ao passado: a parte nova da cidade oferece também muito charme em suas avenidas largas com variadas cafeterias. Pertinho de Rabat ficam praias paradisíacas e, para os amantes do golfe, há o Royal Golf Dar Es-Salam, que atrai jogadores de todo o país.


Últimas Novidades

Confira aqui as últimas notícias do universo Belta Online.

UCW em expansão para Vancouver House

Estamos aqui para contar uma história, University Canada West está se expandindo para um dos...

Confira!

Relatos de quem já fez intercâmbio

Um intercâmbio serve a vários propósitos. Descubra qual é o seu a partir dos relatos de quem...

Confira!

França: destino turístico mais popular do mundo  

Gastronomia internacionalmente reconhecida, monumentos dignos de cartão-postal, grifes de moda...

Confira!

Chile: destino mais prático para quem deseja ampliar o conhecimento na língua espanhola 

“Oh, Chile, grande pétala de mar, vinho e neve”. As palavras do poeta Pablo Neruda sobre sua...

Confira!

Intercâmbios no Paraná cresce graças ao interior do estado

Municípios fora dos grandes centros apresentam PIB mais favoráveis, melhor distribuição de...

Confira!

Voluntariado na África: o problema ou a solução?

O voluntariado, também conhecido como aprendizado baseado em serviços ou intercâmbio cultural,...

Confira!

Primeiro mês do Patrimônio Latino-Americano é comemorado em outubro

No mês passado, no Canadá, foi comemorado o primeiro mês do Patrimônio Latino-Americano, e a...

Confira!

África do Sul: conhecida como Nação Arco-Íris

A África do Sul não é conhecida como Nação Arco-Íris por acaso. Os contrastes das cores vão...

Confira!

Austrália: terceira nação mais popular do mundo para estudantes internacionais

Qual é o seu objetivo com o intercâmbio? a) Aprender inglês; b) Fazer o high school ou a...

Confira!

Intercâmbio: hora de abrir portas e expandir horizontes

“Desembarquei em Londres para um intercâmbio de inglês de quatro meses no final de 2010, em uma...

Confira!
X