Blog

Fique por dentro

A experiência de quem está vivendo a pandemia em outro país

A experiência de quem está vivendo a pandemia em outro país

Em 2019, 386 mil estudantes embarcaram para uma viagem de estudos no exterior de acordo com a Pesquisa Selo Belta 2020. Enquanto realizavam seu intercâmbio, alguns deles não imaginavam que fossem passar pela experiência de ver uma pandemia se desenrolar em frente aos seus olhos. Inclusive, houve clientes que embarcaram no início deste ano para vivenciar os estudos no exterior e foram pegos de surpresa. Estando longe de casa, dos seus familiares e sem saber como proceder, trouxemos duas histórias de como os clientes das Agências Selo Belta lidaram com todas essas informações.

Lídia, cliente da True Experience, viajou para a Nova Zelândia no início do ano e passou pelo processo de lockdown que aconteceu no país: “Cheguei no início do ano, então eu passei por todo o processo de lockdown que foram em torno de 4 semanas, e tiveram mais 3 semanas de reabertura gradual, e desde maio estamos indo para a escola normal, podendo abraçar e ter contato físico sem distanciamento social. Está maravilhoso agora podendo aproveitar e viajar dentro da Nova Zelândia!”

A Gabriella, cliente do Yázigi Travel, estava realizando o high school nos Estados Unidos: “Cheguei em Utah, nos Estados Unidos no início de agosto de 2019. Tive a oportunidade de estudar na Tuacahn High School em Ivins, e lá consegui descobrir muito mais sobre a minha pessoa e sobre o meu futuro! O high school na Tuacahn abriu meus horizontes e me fez enxergar muito mais oportunidades.”

Nas suas férias do spring break, marcou de viajar com sua melhor amiga para a Califórnia, foi quando começou a estourar no mundo os casos de COVID-19: “Quando estávamos indo pra Califórnia, começamos a ouvir sobre o COVID-19…e isso começou a preocupar tanto minha host family quanto a minha família no Brasil. Assim que chegamos na Califórnia, toda nossa programação mudou, pois tudo simplesmente FECHOU! Acabamos ficando uns 3 dias e resolvemos voltar para Utah, pois estávamos presos em casa na Califórnia.

Chegando em Utah, minha melhor amiga recebeu um e-mail da empresa de intercâmbio dela, obrigando-a voltar para o Brasil. Enquanto a minha empresa estavam esperando por mais informações seguras. Entramos em choque, principalmente eu! Porque iria me graduar em apenas 50 dias!”

Pela seriedade e aumento dos casos de COVID-19 no país, os pais da Gabriella e a Agência Selo Belta, resolveram, em conjunto trazer ela de volta para o Brasil: “Foi bem doloroso deixar minha host family, meus amigos e professores tão cedo… mas hoje consigo ver que foi o melhor. Meu intercâmbio acabou um pouco mais cedo do que eu esperava e os planos mudaram de uma hora para outra, porém isso não deixou de ter sido a melhor experiência da minha vida! O apoio da minha host family e da empresa foram excepcionais! Me fizeram entender que minha partida não seria um “adeus” … e sim, um “até logo”.

Inicie seu planejamento do seu intercâmbio hoje mesmo com uma das Agências Selo Belta, você terá todo o suporte necessário antes da sua viagem e durante, onde estará sempre em contato com sua agência!

Artigos relacionados

Os destinos já estão recebendo brasileiros para estudar no exterior?

Confira abaixo os principais destinos para a realização de sua viagem no exterior e como está...

Continue lendo

University Canada West abre novo campus em Vancouver

A University Canada West terá um novo campus em Vancouver neste ano. Inicialmente previsto para o...

Continue lendo

Boarding Schools: Fazendo a diferença no desenvolvimento de jovens adultos

Artigo por Merrick Preparatory School Escrito por: Kevin Farrell, Diretor Muitas pessoas me...

Continue lendo

Junte-se à discussão

Eu Fui!

Veja abaixo a opinião de quem já viajou com as associadas Belta.

X